The only thing your mama ever wanna see: Le Kid!

12:31:00



Aos visitantes forasteiros que conheceram o site agora, um aviso: a gente ama música provinda da Suécia. Sendo assim, a gente ama a Le Kid. Banda suéca  criada por volta de 2008 por Helena Lillberg, Johanna Berglund, Märta Grauers e Felix Persson. Em 2010 lançaram seu primeiro single 'Mercy Mercy', e jogaram sujo nós que somos fã de longa do Girls Aloud, e usaram o sample de Can't Speak French das Leaders of the pack. O single foi uma das músicas mais tocadas naquele ano e deveras, o som muito gostosinho.



Mercy Mercy é tão legal que a banda remasterizou e lançou mais um vídeo para a faixa cinco anos depois.



Com o sucesso do debut, logo veio o segundo single, 'We Should Go Home Together'. Seguindo o estilo da faixa de estreia, a música consolidou a imagem icônica da banda. 



Bumblegumpop meets eletropop! Foi questão de tempo até que ,enfim, o Le Kid se aventurar no famoso festival que escolhe a a música representante de seu país no Eurovision, no caso da Suécia, o Melodifestivalen, com a divertida 'Oh My God'. Infelizmente eles cabaram não sendo classificados para as finais.



Ainda em 2011 a banda lançou o que, para nós do Gimme the Ting é, sem dúvidas, seu masterpiece. 'America' foi lançada em maio do mesmo ano, e palavras não descrevem o quão incrível a faixa é. A sonoridade foi elevada e os sintetizadores tomaram as rédeas total dessa vez.



Com a qualidade de 'America' e com quase meia dezena de single lançados, a banda finalmente debuta seu primeiro disco. 'Oh Allright!' saiu no fim de 2011 no Hot 100 do Charts, e teve 'We Are the Drums' como carro-chefe promocional do álbum.



Destaque para 'Bigger than Jesus' e o cover da banda The Killers, a famosa 'Mr. Brightside'. A banda seguiu a divulgação do álbum, e em 2013 relançaram o 'Oh Allright!' com as inéditas 'We Are Young' e 'Physical'.



E assim, 'Physical' que nos desculpe mas podemos dizer que a versão demo que vazou na internet é bem melhor. 'Human Behaviour' foi remasterizada assim como 'Mercy Mercy' para o seu lançamento.



Para casos de prós e contras, eis aqui a versão finalizada com clipe oficial de 'Physical'. Com visual diferente, o Le Kid se mostrou agora um pouquinho mais maduro abandonando os cosplays de sailors e referências ao Bumblegum Style.




'Physical' ainda foi seguido por 'I Don't Dance', o que seria o single carro-chefe do segundo álbum da banda mas, como tudo que é bom dura pouco, infelizmente o Le Kid se desfez. As garotas do vocal, Helena e Johanna, ainda participaram do single promocional da Milajki Store, 'Superficial'.



Johanna uniu-se ao Felix e juntos formaram o duo R.A.A.B.B.I.I., enquanto Helena e Marta até o momento não lançaram nenhum material solo. Quem sabe algum dia role uma reunião comemorativa ou até mesmo um comeback do Le Kid, não é mesmo?

You Might Also Like

0 comentários