GO GIRLS: f(x)

19:53:00

 

Antes de começar a coluna dessa semana, queria deixar claro que nesse espaço eu publico exclusivamente a minha opinião. Não que ela valha de alguma coisa, mas é como eu penso, e se você discorda, PACIÊNCIA. Para essa semana resolvi escolher as detentoras do MEU álbum favorito de 2015. SIM, VAI TER K-POP. Hoje, apresento a vocês as “coreaninhas” do f(x).


O GRUPO:
Formado em 2009 pela SM, uma das principais agências de artistas coreanos, o f(x), apesar de coreano, é constituído por duas americanas, uma chinesa, e só uma coreana: Krystal (a deusa suprema da beleza coreana), Luna (a que realmente está ali por saber cantar), Amber (a sapatona-rapper mais linda do k-pop) e Victoria (uma senhora de 45 anos com cara de 18). O grupo ainda contava com a Sulli, mas essa cansou de ser escravizada e arregou. A SM, pra não afundar todo o grupo de vez, deu um passa fora nela.

Pessoalmente, f(x) é um dos dois únicos grupos de kpop que eu realmente gosto e acompanho. As quatro moças visivelmente amadureceram, e comparar o antes/depois é uma covardia. É tipo a gente vendo nossas fotos do Orkut em 2009.


A DISCOGRAFIA:
f(x) tem uma sonoridade muito peculiar, e os conceitos mais baphonicos entre as girlbands coreanas. Antes de qualquer coisa, se você é virgem no mundo do k-pop, fique sabendo: discografias coreanas são UMA ZONA. As meninas, por exemplo, em 7 anos, lançaram 4 full albums (com mais de 10 músicas), 2 mini albums (menos de 10), além de uns singles perdidos.

Antes que me crucifiquem, omiti 2 singles que as moças lançaram antes do primeiro mini ábum, por questão de SOU ORGANIZADO E ME IRRITO COM ESSA ZONA DE DISCOGRAFIA.

NU ABO (mini álbum): aqui f(x) já tinha lançado 2 singles e era um grupo famoso. A música título é bem chiclete, e as vozes agudinhas no refrão, recorrente na música delas, já dava as caras aqui. Não passe: tome vergonha, o álbum tem 6 músicas, não precisa pular nada.


Pinocchio / Hot Summer: Pessoalmente, o que eu menos gosto na discografia delas. Apesar de mais alternativinhas, elas ainda não largavam a imagem imatura. Pinocchio é gostosinha e Hot Summer é boa, mas se você ouviu a versão do Monrose antes dessa, NUNCA ACEITARÁ ESSE SACRILÉGIO. Não passe: Hot Summer, Pinocchio e Chu~♡.

Electric Shock (mini álbum): Aqui parece que o jogo virou. As meninas parecem terem percebido que precisavam se destacar das outras girlbands, e já apresentam um conceito mais louquinho. A música é k-pop na sua fase farofão. E como sou farofeiro MERMO, amei. Não passe: 6 míseras músicas. Me poupe!

Pink Tape: Agora a porra ficou séria. Eu nunca, na história do meu ¼ de século, vi um álbum físico tão bem feito. Tudo encaixa perfeitamente na linguagem da fita cassete. O single do álbum tem alto repeat factor, além de ser uma mistura de K-POP COM SAMBA. Não passe: Rum Pum Pum Pum, Airplane e Kick.


Red Light: apesar de gostar muito desse álbum, acho o Red Light o mais fraco entre os três últimos da discografia. A música título é bem pesada e a sonoridade um pouco bagunçada. Mas funciona, só precisa se acostumar. Não passe: Red Light, Rainbow e Dracula.


4 Walls: meu álbum favorito de todo o k-pop. Visivelmente o título e conceito é todo um shade pela saída da Sulli. Mas me parece que a saída da menina fez com que elas realmente amadurecessem. 4 Walls é todo redondinho, com elas se jogando no deep house meets 90’s eurodance. Não passe: 4 Walls, Rude Love e Diamond.



f(x) tem vários clipes preguiçosos, no formato mais coreano possível – uma caixa colorida com os integrantes dançando dentro – mas há alguns outros muito bons. Vou destacar aqui o último, por motivos de NUNCA ENTENDI O SENTIDO DESSE CLIPE. Se você entendeu, pelamordedeus, venha me explicar.
 

Depois da saída da Sulli, especularam que o grupo pudesse acabar. Não aconteceu (ainda). Elas voltaram com um som ainda melhor. Mas é visível que cada uma das quatro hoje tem seu foco nas suas próprias carreiras próprias, seja na música, na TV, ou vendendo miçanga em Seul. Nos últimos 4 anos, religiosamente, elas lançaram seus álbuns. É torcer para que venha algo novo para 2016, e que o fim delas – terror de todo fã de girlband – demore a acontecer.

VOCÊ NÃO PODE DORMIR SEM OUVIR: 


You Might Also Like

0 comentários